O que é a posição borboleta paraguaia?

O que é a posição borboleta paraguaia?

A posição borboleta paraguaia é perfeita para os casais que querem inovar na hora H, e dar uma apimentada na hora do sexo. Além de extremamente prazerosa, é fácil realizar essa posição e alcançar orgasmos intensos. Além disso, existem várias formas de inovar na sua realização. Quer ver só?

Como é a posição da borboleta paraguaia?

Essa é uma das posições preferidas de muitos homens. Apesar de o nome indicar uma acrobacia difícil, não é preciso se intimidar. A prática é muito simples e pode ser feita sem qualquer dificuldade. E acredite: ela é prazerosa na mesma intensidade que fácil.

Para realizar a “Borboleta Paraguaia”, o parceiro só precisa se deitar  enquanto a parceira se senta sobre ele. Mas ela precisa estar virada de costas e apoiar-se nos tornozelos. Um método simples de realizar essa posição é sentar-se apoiando os joelhos e inclinar o corpo um pouco para frente.

É possível, também, variar nos movimentos. A mulher pode controlar a penetração movimentando o corpo todo de cima para baixo ou, se preferir, apenas mexendo o quadril para frente e para trás. Os homens amam a posição porque ela proporciona uma visão total do bumbum da parceira. Como já falamos diversas vezes, o visual é extremamente prazeroso para eles.

Como são as variações da posição borboleta paraguaia?

1. Sentada

Sentada é a forma mais tradicional da posição, a que citamos acima. Nela, a mulher vai apenas sentar-se sobre o pênis do homem, fazendo o encaixe na vagina, virada de costas para ele. Só é preciso dobrar os joelhos sobre a cama. Assim é mais fácil manter o controla na hora de realizar a penetração.

2. De pé

Nessa variação, a mulher vai manter todo o controle, como na forma tradicional. Mas dessa vez ela ficará como se estivesse de pé, fazendo agachamento em cima do parceiro. Em vez de apoiar-se sobre os joelhos dobrados, fará isso com os pés. Nesse caso, pode ser desafiador para mulheres que não tem o costume de fazer agachamentos.

5 dicas para deixar a borboleta paraguaia ainda melhor

1. Não hesite em inovar

A primeira dica é: inove sempre que puder. Embora tenhamos apresentado as duas formas padrões de fazer essa posição, não é preciso se prender a elas. Mude se der vontade. Peça ao parceiro para sugerir alguma forma de inovar, caso ele queira e de acordo com o que lhe satisfaz. Sexo é momento de prazer, de troca de sensações e experiência.

2. Use um vibrador

Dá para combinar a posição com um sex toy, estimulando tanto o canal vaginal, quanto o clitóris. Enquanto a mulher faz os movimentos de penetração, ela pode usar uma das mãos para estimular o clitóris, tendo duplo estímulo.

O Mini Bullet 2.0 da Vibrio é perfeito para esse momento. Além de ser pequeno, o que ajuda na hora do manuseio, ele possui 10 modos de vibração, fazendo com que as mulheres alcancem o orgasmo rapidamente. Além de estimular o clitóris, ele pode ser usado em outras zonas erógenas, como os mamilos, por exemplo.

COMPRE AQUI O SEU MINI BULLET 2.0 DA VIBRIO

3. Use os joelhos

O homem também pode – e deve – ajudar na hora H. Ele pode dobrar e levantar os joelhos para deixar as panturrilhas afastadas da superfície que está deitado. Assim a parceira pode descansar, apoiando-se nos joelhos dele para fazer os movimentos de penetração.

Descansar durante a posição ajuda a estender a relação. Ainda evita que o sexo seja algo exaustivo para uma das partes.

4. Atente-se aos ângulos

A posição borboleta paraguaia é muito prazerosa, como já deixamos claro. Mas, quando praticada errada, pode trazer alguns riscos. Por isso, para que tudo saia perfeitamente bem, evite fazer movimentos que deixam o pênis dobrado. Se ele estiver em um ângulo ruim, pode causar sérias lesões.

5. Use uma almofada

Para deixar tudo mais fácil, basta colocar uma almofada embaixo dos quadris do homem. Assim ele fará uma penetração mais profunda e prazerosa.

Quais dificuldades podem surgir ao fazer a borboleta paraguaia?

Quem está por baixo, nesse caso, embora faça a penetração, é a pessoa passiva. Portanto, a parte mais difícil fica para a pessoa penetrada. Não é preciso fazer uma grande performance, mas é preciso se mexer mais, forçando não apenas as pernas, mas o corpo como um todo.

Outro ponto importante para se atentar é que o pênis, muitas vezes, tende a se inclinar para trás. Nessa posição, quem está por cima se inclina um pouco para frente. Então, pode acontecer um desconforto dependendo de como está sendo feito. E prestar atenção nisso é papel de quem está sendo penetrada.

Por que fazer essa posição?

Um dos principais motivos para aprender novas posições sexuais é a conexão que o casal cria entre si. Tanto os homens quanto as mulheres podem ficar entediados seguindo sempre o mesmo padrão. Então, essas mudanças ajudam bastante. E essa posição ainda tem alguns benefícios para os dois.

Para o homem, a posição oferece uma visão privilegiada. Ele pode observar os movimentos da parceira, de frente para o seu bumbum e se usar um travesseiro debaixo da cabeça, ainda vê o pênis entrando e saindo. Isso pode elevar ainda mais o nível do prazer.

A mulher, por sua vez, tem como principal benefício o controle sobre os movimentos e a profundidade da penetração. Como ela fica em cima, quem controla tudo é ela.

Quais são os benefícios de fazer a borboleta paraguaia?

O sexo, para muitos casais, é o melhor momento para os dois. É quando eles se conectam e deixam os problemas do mundo exterior de lado. Por isso é tão importante inovar nas posições, saindo do convencional. Essa posição em especial traz diversos benefícios. Listamos alguns a seguir.

1. Aumenta a intimidade

Essa posição aumenta a experiência do casal. Ou seja, eles experimentam coisas novas, aumentando assim a intimidade. Isso faz com que eles possam se conectar mais profundamente.

2. Maior variedade

Posições diferentes podem tornar a experiência sexual mais variada, deixando o sexo mais interessante para ambos. Isso ajuda a evitar que a relação fique monótona e entediante.

3. Melhora o estímulo

A posição borboleta paraguaia ajuda a estimular melhor os vários pontos erógenos do corpo, como a cintura, os mamilos e atrás dos joelhos, por exemplo. Os homens costumam ficar com as mãos livres, então podem facilmente tocar as partes da parceira, onde elas alcançam.

4. Aumenta a experiência

Não podemos deixar isso de lado! As posições sexuais aumentam a experiência do casal. Isso quer dizer que elas podem oferecer novas maneiras de alcançar o orgasmo, experimentar novas sensações e expandir o conhecimento sobre o próprio corpo e o corpo da parceria.

Fontes: UOL; Portal O Norte; Conexão Jornalismo; Conquistadoras de Verdade

Recomendados para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *