10 ervas e outras plantas que aumentam a libido

10 ervas e outras plantas que aumentam a libido

Talvez você não saiba, mas existem ervas que aumentam a libido e podem ser alternativas naturais para a falta de apetite sexual. É isso mesmo: algumas plantas podem ser realmente eficientes para lidar com esse problema. Então, melhor do que investir em medicamentos manipulados, recomenda-se testar o poder natural. Além disso, as ervas e plantas que listaremos podem ainda trazer benefícios para outras coisas.

No entanto, é sempre importante manter em dia as consultas com um profissional. Então, sem mais enrolações, vamos ao que interessa:

10 ervas e outras plantas que aumentam a libido

1. Gengibre

Gengibre é uma das ervas que mais aumentam a libido. Além disso, o gengibre melhora a circulação sanguínea, ou seja: facilita a ereção dos homens. O consumo do gengibre ainda ajuda a emagrecer, a regular a pressão arterial e, de quebra, possui propriedades anti-inflamatórias. Então, que tal incluir na alimentação hoje mesmo?

Você pode consumir em forma de chá, no suco e até como tempero de alimentos. No entanto, o excesso do consumo pode causar sonolência e dores no estômago.

Propriedades

Como foi dito, essa erva tem fortes propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, antioxidantes, termogênicas e digestivas. Além de ajudar a ereção masculina, ainda alivia cólicas menstruais, dores musculares, azias e auxilia na perda de peso.

Contraindicações

Nem todo mundo pode consumir gengibre! Essa erva é contraindicada para pessoas com hipertireoidismo ou que usam insulina, por exemplo. Também para quem faz tratamento com medicamentes coagulantes, para problemas cardíacos ou têm pressão alta. Por ser um estimulante natural, deve também ser evitado por mulheres grávidas.

2. Guaraná

O guaraná é um forte aliado do desejo sexual feminino. Isso porque ele é um estimulante dos vasos sanguíneos das regiões genitais. Além disso, o guaraná atua no sistema nervoso, que é responsável por fornecer energia e vitalidade. Então, o consumo dessa substância torna-se um grande aliado ao apetite sexual. Você pode encontrá-lo em farmácias, como pó de guaraná.

Propriedades

O guaraná é muito rico em antioxidantes e age neutralizando as moléculas que prejudicam os chamados radicais livres. Além disso, melhora a capacidade cognitiva, o desempenho em tarefas que exigem atenção, age na redução da fadiga mental e melhora o humor de forma geral.

Contraindicações

O consumo em excesso pode trazer problemas como: ansiedade, problemas para dormir e pressão arterial alta. Mulheres grávidas não devem consumi-lo.

É contraindicado também para mulheres gestantes, lactantes, pessoas hipertensas, com gastrite, doenças renais, paciente com hipertireoidismo e com transtornos psicológicos, como ansiedade e pânico.

3. Ginkgo Biloba

De acordo com profissionais, a erva traz diversos benefícios para a saúde. Isso porque promove a produção de ácido nítrico, responsável por ajudar na estimulação do fluxo sanguíneo. Além disso, ainda melhora a circulação para as áreas sexuais, por exemplo.

Propriedades

Além de ajudar no fluxo sanguíneo, essa erva possui diversas propriedades boas para o corpo. É fonte de antioxidante natural, age no combate a inflamações, melhora a circulação sanguínea, faz bem ao cérebro, melhora a saúde cardiovascular, reduz o estresse a ansiedade, trata dores de cabeça e diminui labirintites e tonturas.

Contraindicações

Embora faça bem ao corpo, existem contraindicações. A erva não deve ser consumida por pessoas menores de 12 anos, lactantes, mulheres gestantes e pessoas com histórico de hipersensibilidade.

Assim como as demais ervas, não se recomenda o uso em excesso. Os efeitos colaterais do Ginkgo Biloba são raros. Mas incluem dores de cabeça, palpitações, reação alérgica na pele e diminuição da pressão arterial.

4. Catuaba

A Catuaba é uma forte aliada sexual, pois possui propriedades afrodisíacas. Além disso, essa, que é uma das ervas que aumentam a libido, ainda possui propriedades anti-inflamatórias e antimicrobianas. Então, atua em várias áreas da saúde. Catuaba também pode ajudar a diminuir sintomas de ansiedade e depressão.

Propriedades

A catuaba possui ação vasodilatadora, estimulando a circulação sanguínea. Além disso, ajuda no combate à celulite, possui propriedades anti-inflamatória, antimicrobiana, antioxidante e tônica. Além das ações afrodisíacas, é claro!

Contraindicações

A catuaba é contraindicada para pessoas com glaucoma ou pré-excitação ventricular. Mulheres grávidas, crianças menores de 12 anos, lactantes, hipertensos e pacientes com problemas cardíacos também devem evitar o consumo da erva. Quando usada em excesso causa dor de cabeça, confusão mental e dificuldade de concentração.

5. Ginseng Siberiano

O ginseng siberiano aumenta a libido da mulher, além de dar energia e foco para ela. Ele costuma ser usado em tratamentos terapêuticos, então traz diversos benefícios quando não exagerado. Ele pode ser encontrado em produtos energéticos.

Propriedades

O ginseng traz vários benefícios, além do aumento da libido da mulher. Essa erva age na redução do estresse físico e mental, aumenta a disposição para atividades diárias e proporciona maior qualidade de vida. Possui também propriedades anti-inflamatórias e auxilia na redução dos níveis de glicose no sangue.

Contraindicações

Embora faça muito bem à saúde, quando consumida de forma correta, essa erva não é indicada para pessoas com problemas de pressão alta, infecções agudas, sangramento nasal, menstruação excessiva e asma.

O uso em excesso causa diarreia, insônia e inquietude.

6. Marapuama

Quando o assunto é aumentar o apetite sexual feminino, o “pau-homem” está entre as melhores opções. Além de ser um estimulante natural, traz outros benefícios. Alivia o estresse, reduz a celulite, ajuda a combater a anemia, diarreia e fadiga. Encontra-se a marapuama em forma de cascas picadas ou secas.

No entanto, consumir em excesso pode trazer alguns efeitos colaterais. Tremores nas mãos, palpitações e ejaculação precoce, por exemplo.

Propriedades

A marapuama possui propriedades que agem contra o estresse e a ansiedade, possui componentes que melhoram a memória, ajuda a reduzir os sintomas da menopausa, alivia quadros de diarreia, e combate a paralisia infantil.

Tudo isso porque possui fortes propriedades, anti-estresse, tônicas, reumáticas, antidiarreicas, anti-inflamatórias, analgésicas, benéficas aos músculos do corpo.

Contraindicações

A erva não é indicada para crianças, idosos, pacientes hipertensos, mulheres grávidas e pessoas com problemas cardíacos. Existem riscos de tremores nas mãos, palpitações e ejaculação precoce, principalmente se utilizada em grandes quantidades.

7. Maca peruana

Essa é uma das mais famosas ervas que aumentam a libido. A maca peruana, que é originária dos Andes, era conhecida como Viagra Inca. Além de ser afrodisíaca, ela ainda melhora a circulação sanguínea e a fertilidade da mulher. Da mesma forma que a Marapuama, pode ser encontrada em casas de produtos naturais ou farmácias.

Então, você pode servi-la como chá. Mas também é usada em confecção de óleos essenciais e sabonetes.

Propriedades

A maca peruana está entre as mais populares e suas propriedades são muito conhecidas. Essa erva estimula a produção de hormônios, fortifica o sistema endócrino e cognitivo, além de ajudar no controle a diabetes. Oferece efeito antioxidante, aminoácidos, cálcio, fósforo, ferro, zinco, magnésio e vitaminas do complexo C, vitamina B e vitamina E.

Contraindicações

A maca peruana é contraindicada a mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Além disso, pessoas com doenças hormonais devem evitar o consumo. Pacientes com câncer de mama, uterino e de ovários, além de endometriose ou fibrose uterina também entram na lista.

8. Mucuna Pruriens

Essa planta é conhecida há milhares de anos como um estimulante sexual. Ela promove fertilidade, aumentando os níveis de contagem de esperma e testosterona em homens. Nas mulheres, ajuda a regular os ciclos de ovulação.

Propriedades

As principais propriedades dessa erva são: ações antioxidante, anti-inflamatória, analgésica, antitumoral, antivenenosa, antimicrobiana, antidiabética, vermicida, neuroprotetora e amenizadora de doença de Parkinson.

Contraindicações

Mulheres grávidas, lactantes e pessoas com síndromes androgênicas não devem usar esse produto, assim como pessoas com altos níveis de prolactina. Por isso, o médico precisa ser consultado antes de qualquer tratamento, mesmo que seja natural.

9. Feno Grego

O feno grego é muito usado nos países da Ásia. Por séculos foi utilizado como alternativa para tratar andropausa e menopausa. Além de ajudar a reduzir o peso e melhorar o desempenho sexual. Então, essa planta fica entre as mais populares e poderosas.

Propriedades

O feno grego possui propriedades laxativas, redutoras, anti-inflamatórias e é claro, afrodisíacas. Essa erva é perfeita para quem deseja estimular a testosterona, tratar hemorroidas e aumentar a massa muscular. Ajuda ainda a prevenir queda de cabelo.

Contraindicações

Embora seja considerado muito seguro, o feno grego é contraindicado para mulheres grávidas e lactantes, pessoas que fazem o uso de medicamentos para diabetes, pacientes que têm cirurgia programada e quem é alérgico a componentes da erva. Sendo assim, é importante consultar um profissional antes de incluir no seu dia-a-dia.

10. Long Jack

Long jack está entre as ervas que aumentam a libido mais famosas. A planta melhora a virilidade e reduz o tempo de hesitação para o ato sexual. Além disso, é responsável por melhorar a qualidade do sêmen e aumenta os níveis de testosterona.

Propriedades

A Long Jack é muito popular em cápsulas ou servido como chá. Ambas as formas possuem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, ergonênica, estimulante da produção de testosterona e estimulante da densidade óssea.

Contraindicações

Não é recomendado tomar a erva à noite, visto que pode causar agitação e aumento da temperatura corporal. Mulheres gestantes e lactantes também devem evitar, assim como diabéticos, crianças, pessoas com problemas cardíacos, com condições especiais nos rins, câncer de próstata e problemas imunológicos e no fígado.

Fontes: Dicas de Mulher; Metropoles; Terra

Recomendados para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *